7.3.14

Vou comprar uma bata

Daquelas batas que cruzam à frente. Com florzinhas verdes e roxas pintalgadas a amarelo. Vou comprar uma bata e um par de chanatos de pele branca também modelo cruzado. Vou vestir a bata, calçar um chanato depois o outro, vou amarrar o cabelo num carrapito. Vou passar a usar um "porte-moedas" entre o cotovelo e o resto de mama que insiste em ir para o lado. Na hora do descanso vou encostar-me ao cabo da vassoura, vou olhar o sol enquanto coço a perna com o dedo grande do pé que entretanto tirei do chanato (um chanato pode ser um grande alívio quando os pêlos das pernas começam a crescer, sacode-se para o lado e temos um pé solto para mil coisas), ah que alívio, vou olhar o sol e agradecer.
É o caminho a tomar.
Hoje depois de um lindo dia de sol, em vez de pensar em areia, água salgada, dias quentes, agradeci aos céus a corda de roupa seca num instante.
Sim, vou comprar uma bata.

Sem comentários:

Enviar um comentário