12.4.16

Lenga-lenga de uma mãe.

Crianças, dedos peganhosos, dedos peganhosos de cenas inqualificáveis, dedos peganhosos de cenas inqualificáveis e normalmente coloridas, dedos peganhosos de cenas inqualificáveis e normalmente coloridas que deixam nódoas, dedos peganhosos de cenas inqualificáveis e normalmente coloridas que deixam nódoas que nunca mais em tempo algum sairão, narizes ranhosos, narizes ranhosos esfregados, narizes ranhosos esfregados com as costas das mãos, costas das mãos cheias de ranho, costas das mãos cheias de ranho esfregado no sofá, sapatos nunca tirados, sapatos nunca tirados com solas encardidas, sapatos nunca tirados com solas encardidas por pisarem tudo o que se gritou para não pisarem, sapatos nunca tirados com solas encardidas por pisarem tudo o que se gritou para não pisarem e pisaram sabe-se lá o quê, sapatos nunca tirados com solas encardidas por pisarem tudo o que se gritou para não pisarem e pisaram sabe-se lá o quê e conseguiram pisar não com um mas com os dois pés, que agora saltam frenéticos em cima do sofá, mãos encardidas, mãos encardidas e canetas de feltro, mãos encardidas e canetas de feltro sem tampa, mãos encardidas e canetas de feltro sem tampa afinal o que são tampas senhor, o que são tampas, ó senhor? crianças e plasticina, crianças e plasticina oferecida por um qualquer inocente, crianças e plasticina, crianças e plasticina oferecida por um qualquer inocente que sabe lá da missa a metade, crianças e plasticina oferecida por um qualquer inocente que sabe lá da missa a metade ou da poda toda, crianças e plasticina oferecida por um qualquer inocente que sabe lá da missa a metade ou da poda toda e agora a mãe metia aqui um "éfe" e ía dar ao mesmo! várias crianças, várias crianças e um sofá, várias crianças e um sofá e hora do lanche, várias crianças e um sofá e hora do lanche e migalhas, várias crianças e um sofá e hora do lanche e migalhas muitas muitas migalhas, várias crianças e um sofá e hora do lanche e migalhas muitas muitas migalhas de bolachas, migalhas de bolachas e gatos, migalhas de bolachas e gatos que gostam de cheirar migalhas de bolacha, migalhas de bolachas e gatos que gostam de cheirar migalhas de bolacha mas não as comem, migalhas de bolachas e gatos que gostam de cheirar migalhas de bolacha mas não as comem e bem que as podiam comer, migalhas de bolachas e gatos que gostam de cheirar migalhas de bolacha mas não as comem e bem que as podiam comer que era o que se poupava em aspirador, gatos peludos com patas exploradoras, gatos peludos com patas exploradoras, gatos peludos que largam pêlo, gatos peludos que largam pêlo e que também se constipam, gatos peludos que largam pêlo e que também se constipam e que ficam com o nariz ranhoso, gatos peludos que largam pêlo e que também se constipam e que ficam com o nariz ranhoso e que o esfregam, gatos peludos que largam pêlo e que também se constipam e que ficam com o nariz ranhoso e que o esfregam no sofá...
Sofás brancos e uma mãe, sofás brancos e uma mãe que fez a cama onde agora se deita.
Crianças, gatos e sofás brancos.
Cada um faz a sua cama, cada um caminha na direcção da luz ou da lavandaria, neste caso.
Fui.
Boa semana, pessoas!

2 comentários:

  1. Ás vezes parece que vivemos na centrifugação de uma máquina de lavar... Sempre em ciclo de limpeza acelerado...

    ResponderEliminar