27.9.12

Efeito boomerang! VRUM VRUM! TAUUUU!

Ah, se não fosse o efeito-boomerang o mundo seria muito injusto.
Cá também o designamos por “cá se fazem cá se pagam”, “tudo se paga”, “pela boca morre o peixe”, no entanto o efeito-boomerang é muito mais eficaz e açambarca todos estes ditos populares.

Então que eu era a senhora-opiniões acerca de animadores de festas infantis. Eu sabia sempre o que era um mau animador. Enchi a barriga a gozar com um casal de Noddys, já entradotes, numa festa familiar, gozei e achei uma parvoíce pagarem a uma miúda meia songamonga mascarada de palhaço/ boneca de trapos numa festa de aniversário há uns anos, a miúda não tinha jeito nenhum, coitada, e mal abria a boca.
- Eu cá é que sei! Um dia que tenha um animador numa festa minha, vou ter que pedir que parem de me bater palmas, porque eu é que vou saber escolher e toda a gente vai perguntar: “Onde o arranjaste? Dá-me o contacto! Por favor, só tu encontras estas coisas giras para festas! Uau! Uau! “
Pois que não! O efeito-boomerang existe e ainda bem, que é para que songamongas como eu se atinem e se recoloquem no seu lugar! O que é lá isso de se achar? A menina gravita acima dos mortais? Desça, desça rápido se não vai cair, ai se vai!
E caí! E é bem-feita!
Contratei uma animadora para “ animar” a festa da Rosarinho e um grupo de meninos e meninas de 5 anos. E que história é que aquela abécula escolhe para lhes contar? Uma sobre uma velha que estava na miséria, não comia e então a morte ía levá-la! Hã? E para piorar ainda terminou com a moral da história, os meninos que não comem ficam na miséria e a morte leva-os! Hã? E o gato comeu as velhas todas! Hã?
Isto, senhores, é a pedagogia “morta de morte matada” e enterrada bem fundo com direito a cuspidela em cima da campa!
Achou muito estranhas as reclamações, não percebeu qual o mal da história, já a contou a outros meninos e meninas e adoraram… A minha teoria é que talvez tenham ficado aterrorizados e tenham perdido qualquer reacção! Não sei, é só uma suposição! Petrifica as crianças e garante festas de sucesso! Todos se portam bem! Ah pois, assim não há dúvidas!
Não pretendo criar crianças numa redoma de vidro, onde haja assuntos tabu, mas num dia de aniversário, num dia de festa, era escusado este tema, é no mínimo idiota escolher esta história!
Como reclamei ofereceu-se para combinarmos outro dia e ela iria contar uma história sobre o amor que paira no ar. Opá, ainda por cima goza com a minha cara! Deve ser uma doida em recuperação, só pode!
Atenção caríssimos, o efeito-boomerang existe mesmo! E em tudo!

- Ah tens um macaco a sair do nariz, ah ah ah! TAUUUUUUUUUU! “Dá-se-me” um espirro e é ver a minha aflição sem lenços de papel!

- Ai, vê lá não tropeces, ah ah ah! TAUUUUUUUUUU! Esparramada escada abaixo ainda de boca aberta com a surpresa e sem um salto da bota! Agora vais de Aladino para casa que te lixas! (esta aconteceu mesmo, e fui mesmo sem salto na bota, a rezar para que ninguém notasse, em bicos do pé, para disfarçar! O que me ri).

- Epá, francamente não educam as criancinhas, ranhosas, todas besuntadas de iogurte, aquelas mãos todas peganhentas… Tss! Tss! Um dia que eu tenha filhos…! TAUUUUU! TAUUUUU! 2 (mega)efeito-boomerang!
Este é “O” conselho para futuros papás e mamãs, gente, que ainda na ignorância, aponta o dedo à educação e ao esmero com que os papás e mamãs de crianças pequenas tratam de suas crias. NUNCA, MESMO NUUUUUUUUNCAAAAAAAA, FAÇAM (OU PENSEM OU SONHEM) REFERÊNCIAS SARCÁSTICAS SOBRE O QUE QUER SEJA RELATIVAMENTE À EDUCAÇÃO PRESTADA AOS PETIZES DO VOSSO CÍRCULO DE AMIGOS, FAMÍLIA, GENTE NA RUA.
Eu garanto-vos TAUUUU! O efeito TAUUUU! boomerang! TAUUUU ! vai estar lá sempre, e é ver-vos TAUUUUUU!  felizes pessoas TAUUUU com a testa feita num oito!
Eu disse “tantas e tão poucas” que agora é ver-me com “O" hematoma na testa!
E é bem-feita!

Sem comentários:

Enviar um comentário