4.12.12

Ai será que me vai nascer uma pilinha!?

O que é que 2 mulheres fazem juntas na casa de banho? Porque é que as mulheres vão à casa de banho sempre aos pares? Opáaa sei lá, meus! Eu cá vou sempre sozinha!
- JUlieeeeeeeeeeeeeeee!
- O que foi?
- Quantas vezes terei que te pedir para baixares o tampo da sanita? Custa-te muito?
Opá pessoas, sei lá, é uma força do além, pá! O tampo da sanita? Quero lá saber do tampo da sanita… eu deixo-a limpinha… esqueço-me de o baixar, opá, sei lá…
Pasta de dentes, embalagem da pasta de dentes, sai, ah sai, nem que seja à dentada… carrego no meio, carrego na ponta de cima, carrego na ponta de baixo… amachuco tudo, enfio-a no copo das escovas, ah enfio, ainda que toda torta!
- JUlieeeeeeeeeeeeeeee!
- O que foi?
- Quantas vezes terei que te pedir para fechares as embalagens do shampoo? Custa-te muito?
Meus, isto é assim, o país a travessar uma crise de merda, e eu para aqui raladíssima, termos que dividir o país com o Gaspar, e suas ideias peregrinas, e ainda vou ter que me preocupar com a embalagem do shampoo? Do shock waves, do elvive, do camandro para a caspa? Too much to worry about.
Ao volante:  Fodasssssssssssssse! Passa por cima, ó palerma! Qué queres? Parvalhão!
No supermercado: Não! Não preciso de ajuda, obrigada! 5 sacos em cada mão, em modo levantamento de pesos, mochila às costas, garrafões de água, sacos de areia para os gatos, 5kg cada, eu consigo, não preciso de ajuda, obrigada!
Por estes dias qualquer olhar mais atento para as minhas pernas… pêlos!
Por estes dias qualquer olhar mais atento para o meu lábio superior… buço!
- JUlieeeeeeeeeeeeeeee!
- Hã?
- Anda cá, por favor!
- Jáaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa vou!
Este já vou é mega-homem, é mesmo barbudo, repete-se a cada 5 minutos, e não, nunca passa disso mesmo, já vouuuuuuuuuuuuuuu… nunca vêm! Nunca vou! Pelos menos já!
Perdida algures, ao volante, munida de gps, telemóvel com ligação à net, perdida em nenhures e uma pessoa… não, não vou perguntar… eu hei-de encontrar o caminho… A caminho do Algarve, perdida algures na Beira baixa, no sentido Porto, perdida, completamente perdida, não, não vou perguntar, eu consigo! Chegada a Badajoz, começo a dar o braço a torcer… Olhe desculpe…
E mais um dia de chuva! O chapéu? Isso é para meninos!
No entanto sei que não me irá nascer nenhuma pilinha, quando querido marido me diz que não vai entrar em conversas espiral comigo…
ESPIRAL? HÃ? Tu queres lá ver que este  agora está a dizer que as minhas conversas são apenas espirais sem fim! Será que me está a chamar chata? Ora se me está a chamar chata, está-me a chamar gorda, ou está a chamar-me magra, mas como é que ele notou que eu estou mais magra? Se notou, é porque também notou que eu estava gorda e não me disse nada! NADA! Eu práqui badocha e nada! Traidor! Tu achas que eu estou gorda? FOFINHA? QUé isso de fofinha? Fofa? Estás a dizer que o meu cabelo é uma coisa fofa? Hã? Fofos são os poufs… O meu cabelo um pouf? Opá! Olha lá bem… ai! Um pouf? Eu para ti pareço um pouf? Pois só se para te sentares em cima de mim! Pois para isso estou cá eu, a gorda! Ai vais ver o futebol, essa porqueira? que ninguém aguenta? FUI! Mas achas-me muito linda, não achas, querido marido?
CORTA! C.O.R.T.A!
Ufa! Estou safa, mulheres! Ainda há uma chatarrona dentro de mim! Há uma mulher dentro de mim, ufa, com tudo a que tem direito! No pilinhas, only pipis!
Boa semana, gente boa!

3 comentários:

  1. Olha nem sei! Às vezes também acho que tenho uns cromossomas Y a mais!... mas depois aparece logo um batalhão de XX e vão à guerra!!!! :) Boa semana.

    ResponderEliminar