3.10.13

E foi assim que me levaram 10euros. God Save The Queen.

Entrou a espumar da boca e a transpirar as estopinhas.

Como era enorme eu pensei: “Querem ver que ainda cai para aqui redondo!? Deusma livre pá!” Aquele suor e aquela espuma nos cantos da boca eram qualquer coisa, eu já só imaginava o homem em tombo vertiginoso no chão com alguma síncope!

Contou a sua história, CREDÍVEL, como todas as histórias de todos os aldrabões que fazem girar o mundo da gatonagem.

Um verdadeiro cavalheiro, nunca se sentava comigo de pé, o paizinho militar foi quem o ensinou a ser assim. Um mimo. O desejo das sogras deste país, não fosse aquele rio de suor pela cara abaixo e a espuma na boca! Um nojo. Só superado pela minha boa vontade cristã!

Depois de contar mil coisas, que não interessavam nem ao menino Jesus, depois de mostrar o seu interesse em adquirir aulas de costura e combinar horários e tudo, chegou a hora de se ir embora.
O biltre começa com a lenga-lenga da carteira esquecida no carro do paizinho e não sei quê, não sei quê, e agora a minha vida comé que volto para casa e rebéubéu pardais ao ninho… e PUMBAAAA… tiro certeiro aqui nesta vossa amiga.

Estico-lhe 1€ já sabendo que me ía cravar mais. Ai a camioneta que é tanto e mais o metro e o telefonema e não sei quê e eu a querer livrar-me dele e a história absolutamente credível e toma lá 10€ (SACANA!) que depois é mais fácil para fazer contas ora 6,75€ da camioneta, mais 1,25€ do metro, eu volto, eu volto, aqui tem o meu número de telefone, e aquele suor nojento e a espuma na boca, e eu que só penso depois de me darem os golpes e se porem a milhas nunca dando tempo para me defender!

Desta vez não. Era uma história credível. Uma história que a ser verdade era muito chato para a loja se eu não tivesse sido prestável e educada. Uma treta. SACANA!

Peguei nos 10€, na minha cabeça um “já fosteeeeessss Julieta Emília!”,  e perguntei-lhe:

- Oiça lá você é daqueles malucos que anda de loja em loja a dar golpes?

Que não! Oh francamente! Eu sou da família dos toureiros… ronhónho´ronhóronhoó…

Tá bem ó estúpido! Ó estúpida! Que foste na conversa! God Save The Queen! The Queen da Burrice! ME! “Fostesssssssssss”!

E pronto levou os 10€ porque eu sou parva. E porque se fosse verdade o homem estava mesmo enrascado. E porque eu sou parva. E porque lhos dei porque quis. E porque eu sou parva. E porque só me lembro das mil alternativas de resolução do problema depois de lhe emprestar os 10€. E porque sou parva. E porque o tipo estava de fato, e eu já devia saber que se tem história de aldrabão e se estiver de fatinho, é meio caminho para ter a certeza absoluta de que é aldrabão!

- Oiça lá você é daqueles malucos que anda de loja em loja a dar golpes?

- Olha também lhe dava um grande golpe por 10€, francamente!

E deu. E eu posso com isto? SACANA!

E provavelmente os meus 10€ levaram-no só até ali à Av. do Brasil ter com os outros Julinhos!
Sai-me cá uma Julinha! Parva pá!

Olhem e agora vou-me para um fim-de-semana que começa mais cedo lá para os lados da Cornualha. Essa mesma, em terras de sua majestade!

GOD SAVE THE QUEEN ! E a minha sanidade, já agora!

Até para a semana, boa gente! Fui!




1 comentário: