16.6.14

O futebol e o cutelo

Não gosto de futebol. De tudo o que gira em redor do futebol.
Está dito.
Não tenho qualquer interesse por este campeonato ou por outro qualquer.
Pretendo viver na ignorância todo o próximo mês e não saber nada de resultados, intrigas, cuchichices de futebol.

Excepto no talho.
Hoje entrei no talho.
Aos berros podia ouvir-se o rádio sintonizado no relato.

- Boa tarde.

O Sr do talho de cutelo em riste diz-me:

- Hoje parece que a tarde não está a ser boa prá gente!

Tráaaaaaaaaaas! Cutelada à séria no naco de carne! Tráaaaaaas!

De soslaio olha-me e aguarda a minha reacção fadista da dor...

- Pois parece que não... de facto... pois!

E pronto, no talho nem me atrevo a debitar teorias sobre a minha aversão ao futebol.. aceito resultados, baixo os olhos, olho em redor e suspiro como se estivesse e viver momentos de grande aflição e dor pelas derrotas futebolísticas de uns meninos demasiado vaidosos, demasiado ricos, demasiado mimados... tudo por causa do cutelo... se não fosse o cutelo...

E por falar em cutelo, hoje até que era um bom dia prá gente... Tráaaaaaaaaaas! Cutelada à séria em quem eu cá sei...

Fui gente! Não falarei mais de futebol. Fui! Boa semana, tráaaas!

2 comentários:

  1. Bolas... cortada assim a cutelo com essas más energias... será que a carne não te provoca uma indigestão?!... eu tinha medo até de a comer... :)

    ResponderEliminar
  2. ;) por sorte não era a minha ;) a minha era picada, nada de cutelo!

    ResponderEliminar