18.1.13

Sou eu e a lesma, tudo na mesma!

Então que amolgaram a porta do carro do Gil. What`s new? Pois. Da outra vez foi a porta traseira do lado esquerdo, agora foi a porta traseira do lado direito.
Fixolas `pra isto tudo mais as idas forçadas à oficina. Já nos estamos a tornar assíduos.
Com isto das portas, e com tantas idas e vindas, acabei por ter toda uma experiência automobilística, uma diversidade de marcas e modelos para conduzir, graças aos carros de substituição. Já quase podia ser correspondente da AutoHoje ou de outra Autoqualquercoisa semanal (Pessoas, se há publicações merecedoras de leituras exaustivas no “real trono do alivio” são estas!).
Pois que um dos bólides que conduzi, e porque atraio situações parvas, foi, claro está, um Alfa Romeo. Yeah! A pontaria é tanta que o modelo foi, C.L.A.R.O E.S.T.Á, o Giulietta!
Eu quando vou em trabalho tenho a obrigação de marcar visitas por telefone. Já é uma maravilha quando me apresento, quando ainda só estamos em conversa telefónica, e sou brindada com Judites, Júlias, Hãs e afins e por fim lá compreendem o meu digníssimo Julieta Iglesias. Juro que às vezes oiço risinhos ou esgares sonoros, T.U.D.O B.E.M, aguento! Quantas há? Quantas? Ah pois é! Original até ao tutano!
Agora chegar à visita, ao volante de uma cena de 4 rodas de marca Alfa Romeo, modelo Giulietta, até para quem se chama Julieta Iglesias é PARVO, m.u.i.t.o PARVO! Vão pensar que eu sou ou doida varrida ou tenho a mania que sou engraçadinha!
Não vale a pena dizer-vos que o carro roça a cena desportiva (gostaria era de saber porque raio o seguro arranja como carro de substituição um “roça o desportivo” quando o que lá foi deixado não deixa margem para dúvidas de que é um monovolume familiar de 7 lugares!), é feio, feinho vá, para não ser bruta, e para mim ainda mais ridículo, uma vez que sou baixinha, e por mais que suba o banco lá continuo com aquela sensação que do lado de fora apenas se veem os meus olhitos, em modo esbugalhado, para conseguir ver por cima do volante e do tablier, um mimo! GOD! Que figuras!
Hoje o carro foi outra vez à Oficina…  What`s new? Diz que está com o motor avariado, diz ele lá no painel, mas parece que é só fita. Carros modernos e os seus sistemas eléctricos, pffffffff! Então que lá vim eu toda contente no carro-aflições, um carro à minha medida, um fiel companheiro de estrada, juntos já percorremos mais de 100.000km. Como estava sujo que metia dó, fui pô-lo na garagem para ser todo lavado e aspirado.
- Em que nome fica?
- Julieta Iglesias.
- Ah… o que você precisava era de um Alfa… ah ah ah… Romeo!
(pensei: Giulietta? Mas não disse… tenho tanta pena de não ter dito…)
- Ah ah (rebolo a rir ó engraçadinho!) era isso, era!
É isto. Rebolo a rir e estou que nem posso e toda eu transbordo ironia. GOD! Maria, Ana, custava muito? Carrega Julieta… Iglesias! Quantas há? Ah, okai!
Portanto, tudo na mesma como a lesma e como os dodots que limpam tudo na perfeição, excepto, EXCEPTO, rabos de bebé! Why? Sinistro…
Sinistro e divertido!
Tudo a correr, “aquele” abraço, `tá-se gente!

1 comentário:

  1. O Giulietta vai ressentir-se com este texto. Estou mesmo a ver.

    ResponderEliminar