4.8.15

Falta só um bocadinho assim.

Sabem quando estamos aflitinhos para fazer xixi e vamos no carro a caminho de casa?

Sabem quando chegamos ao prédio (no meu caso são vários blocos) e está uma fila para entrar na garagem (no meu prédio há uma, enorme) e somos os últimos da fila e vamos ter que ficar a tomar conta da porta até que feche por consideração aos outros condóminos e por desconsideração aos ladrões?

Sabem quando estamos tão aflitinhos para fazer xixi que carregar no travão é um suplício, quanto mais na embraiagem e no acelerador?

Sabem aquelas vezes em que entramos na garagem e não está ninguém, e nunca, mesmo nunca nos cruzamos com o tipo que tem que fazer manobras para cima do nosso lugar para poder estacionar?

Sabem quando, contra todas as probabilidades, o tipo está lá? E vocês a ficar roxos de tanto apertar a bexiga e saídas consequentes?

Sabem?

E quando subimos o elevador e a vontade aperta? Assim em modo ai que é agora, ai que é agora?

Sabem quando, contra todas as probabilidades, dada a hora, o elevador pára no piso 0 (que desgraçadamente não é o vosso) e aparecem 4 vizinhos, que, ó pasmem-se, se cruzaram todos ali e todos querem subir?

Sabem quando o vosso sorriso é tão amarelo quanto o xixi retido que se apodera das vossas entranhas em forma de dor e aflição?

Sabem quando o elevador quase que chega ao vosso piso mas desgraçadamente os 4 vizinhos, ó pasmem-se, ficam nos pisos abaixo do vosso e vá de parar e vá de parar para cada uma das alminhas sair vagarosamente e, ó pasmem-se, dizer adeus, inventar assuntos de chachá, prender o elevador com o pé para dizer mais umas graçolas uns ao outros? E tudo a rir, menos a roxa?

Sabem quando estão mesmo quase e aparece uma palerma qualquer que não sabe bem onde está, o camafeu, e nem sabe para que piso quer ir, e o caramelo do vizinho vá de ajudar e vocês tão aflitos, tão aflitivos... e o pézinho do vosso parceiro de condomínio a travar o andamento do elevador?

Sabem quando perante a palermice da palerma que acaba por não vir no elevador, o vosso querido vizinho, essa alminha tão boa, que como todos os humanos também perde a paciência e partilha com vocês o desagrado por gente parva à solta e vá de fazer Tschhhhh Tschhh Tschhhhhhhhhh e esses Tschhhs só vos fazem apertar ainda mais as pernas? Assim bem apertadinhas, porque vocês estão em modo cataratas do Iguaçu?

Sabem?

Então agora apliquem toda esta sabedoria Xixiziana ao quase, quase, de férias e aí me têm.

É que é só cenas, só contorção, só abéculas, e todas em fila, até sexta, quando esta vossa amiga for de férias!

Tschhhhh, Tschhhhhh, Tschhhh, pessoas, Tschhh, Tschhhh!
Está quase, está quase!

Para quem está, boas férias, pessoas!

Para quem vai, Tschhhh, Tschhhh, está quase, está quase!

Go people, mais um esforço! Inté!

Sem comentários:

Enviar um comentário